22 de setembro de 2014

Justiça manda soltar policial militar que matou camelô em blitz na Lapa


Policial preso após atirar e matar ambulante durante operação na região da Lapa

A Justiça mandou soltar o policial militar preso na última quinta-feira (18) acusado de matar um camelô durante uma blitz na Lapa, zona oeste paulistana. Imagens gravadas por testemunhas mostram o momento em que o soldado Henrique Dias Bueno de Araújo dispara sua pistola.40 com a mão direita, depois que o ambulante Carlos Augusto Muniz Braga tenta arrancar um spray de pimenta que estava na mão esquerda do PM. O tiro atingiu a cabeça de Braga, que conseguiu correr alguns metros antes de cair. O ambulante foi levado ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos -segundo a polícia, ele chegou sem vida ao hospital. O PM foi preso em flagrante por homicídio e levado ao presídio militar Romão Gomes no mesmo dia. Porém, na noite de sexta (19), a Justiça emitiu um alvará de soltura em favor de Araújo. Em depoimento à polícia, ele disse que o disparo foi acidental. 

Link:TNONLINE

0 comentários:

Postar um comentário