23 de janeiro de 2014

Bertaiolli participa de formatura dos guardas municipais promovidos


Bertaiolli participa de formatura dos guardas municipais promovidosSolenidade marcou a formatura de 31 guardas municipais promovidos para 2ª classe. Bertaiolli assinou o projeto de lei propondo aumento no índice de periculosidade da categoria
O prefeito Marco Bertaiolli participou, na tarde desta quinta-feira (23/01), da solenidade de formatura dos 31 guardas municipais promovidos para 2ª classe da dentro estrutura da corporação. Esta foi a primeira promoção realizada dentro do Plano de Carreira da categoria.

Durante o evento, o prefeito também assinou o projeto de lei propondo a alteração no artigo 25 da Lei Complementar 69/2010 para aumento no valor pago por periculosidade aos guardas municipais, que passaria de 10% para 30%. O documento será analisado pela Câmara Municipal.


As 31 vagas de guardas municipais de 2ª classe foram preenchidas por 28 homens e 3 mulheres. Eles terão funções de chefia dentro da estrutura da Guarda Municipal, tanto no trabalho desenvolvido na Central Integrada de Emergências Públicas (Ciemp), quanto na coordenação das ações externas, com os serviços motorizados e de vigilância nos parques, praças, escolas e durante eventos.

“Criamos o Plano de Carreira para a Guarda Municipal, com os degraus a serem vencidos, com uma regra clara, de conhecimento de todos. Estamos dando o primeiro passo hoje e é isso que queremos. A Guarda Municipal começa a ser comandada pelos seus componentes”, destacou Bertaiolli
.


 Bertaiolli participa de formatura dos guardas municipais promovidos
O prefeito lembrou que, nos últimos anos, a Administração Municipal vem realizando uma série de medidas para a valorização dos guardas municipais. Entre as ações estão o Plano de Carreira, melhorias salariais, capacitação e melhoria nos equipamentos, entre outros.

“Hoje, estamos adequando o nível salarial de periculosidade aos que é utilizado no país. São com as condições de trabalho que vão resultar em um bom trabalho para a população”, disse.
De acordo com o projeto de Lei, a ampliação do valor relativo à periculosidade seria pago de forma escalonada, até chegar aos 30%. “Queremos que a Prefeitura possa se orgulhar de oferecer um serviço de qualidade à população. Que os mogianos vejam na Guarda Municipal um sinônimo de segurança e que os guardas tenham orgulho de vestir esta farda”, finalizou Bertaiolli. (LM)


0 comentários:

Postar um comentário