22 de janeiro de 2014

Prefeitura forma guardas municipais promovidos para 2ª classe

Prefeitura forma guardas municipais promovidos para 2ª classe

Ao todo, 31 guardas municipais passarão de 3ª para 2ª classe e exercerão funções de chefia e coordenação. Hierarquização faz parte do programa de valorização da corporação

A Prefeitura de Mogi das Cruzes realiza nesta quinta-feira (23/01) a formatura de 31 guardas municipais promovidos de 3ª classe para 2ª classe, após o processo seletivo realizado durante o ano passado. A medida faz parte do processo de reestruturação e valorização da Guarda Municipal, desenvolvido pela Administração Municipal.

Os guardas municipais de 2ª classe terão funções de chefia dentro da estrutura da Guarda Municipal, tanto no trabalho desenvolvido na Central Integrada de Emergências Públicas (Ciemp), quanto na coordenação das ações externas, com os serviços motorizado e de vigilância nos parques, praças, escolas e durante eventos. As 31 vagas foram preenchidas por 28 homens e 3 mulheres.

“A estrutura hierárquica está presente no Estatuto da Guarda Municipal e compreende sete níveis, desde a 3ª classe até chegar a Superior. Esta será a primeira promoção dos guardas municipais, o que é um ganho para toda a corporação”, destacou o secretário municipal de Segurança, Eli Nepomuceno.

Para chegar à definição dos agentes que seriam promovidos, a Prefeitura realizou um concurso interno, realizado durante o segundo semestre de 2013. No processo de seleção, os guardas municipais que se inscreveram realizaram teste de aptidão, exame de saúde e curso de qualificação, sendo avaliados em cada uma das atividades. Ao todo, 56 agentes se candidataram.

A Guarda Municipal desenvolve diversas funções em Mogi das Cruzes. A corporação é responsável pela proteção do patrimônio público municipal, cuida do mobiliário urbano, opera o sistema de videomonitoramento, a central de emergências, auxilia no monitoramento das áreas de risco e presta serviços a outras Secretarias na área de segurança. 

Somente no sistema de monitoramento, a estrutura possui 283 câmeras (77 móveis e 206 fixas), além do serviço de videomonitoramento aéreo e o equipamento móvel, utilizado em eventos, fiscalização de áreas de risco, ocupações e situações irregulares. (LM)
Fonte:PMMC

0 comentários:

Postar um comentário