3 de setembro de 2014

Guardas Municipais são formados em programa que ensina a abordar dependentes químicos

Guardas municipais são formados em programa que ensina a abordar dependentes químicos

Guardas Municipais participaram do treinamento e receberam os diplomas nesta quarta-feira, no gabinete. Capacitação auxiliará na abordagem de dependentes químicos

A Secretaria Municipal de Segurança realizou nesta quarta-feira (03/09) pela manhã, em evento no gabinete pela manhã, a formatura de um grupo de 40 guardas municipais que passaram por treinamento com instrutores designados pelo Governo Federal sobre como atuar junto a dependentes químicos. O vice-prefeito José Antonio Cuco Pereira e os secretários municipais Eli Nepomuceno (Segurança), Marcello Cusatis (Saúde) e Eliana Mangini (Assistência Social) entregaram os diplomas aos guardas.

“O dependente químico é um cidadão que precisa de tratamento, e não um criminoso. Temos várias ações e projetos cujo objetivo é proporcionar atendimento humano e específico para este tipo de caso e o trabalho tem de começar desde o momento da abordagem, no caso pelos guardas municipais. Este treinamento é muito importante, pois qualifica os guardas e faz com que a corporação esteja cada vez mais preparada”, disse Cuco Pereira.

O treinamento foi iniciado no dia 4 de agosto e teve um mês de duração. Os guardas municipais atuarão no auxílio, sempre que necessário, dos trabalhos desenvolvidos pelas equipes das Secretarias Municipais de Saúde e de Assistência Social. Como parte da parceria firmada pela Prefeitura com o Governo Federal, foram recebidos 50 condutores elétricos (armas de choque), dois veículos Voyage, duas motos, 70 equipamentos de gás de pimenta tipo spray e 70 equipamentos de gás de pimenta tipo espuma.

O material recebido completa a lista de armas não letais e equipamentos de segurança da Guarda Municipal, que já conta com tonfa, colete a prova de balas, gás de pimenta e algema. Ainda serão recebidos um microônibus e instaladas 20 câmeras de monitoramento, nos bairros Vila Nova Jundiapeba e Vila Estação. Todas elas serão monitoradas dentro do veículo microônibus, em um sistema compartilhado com a Ciemp.

O secretário Eli Nepomuceno explica que Mogi das Cruzes assinou o termo de adesão ao programa em maio de 2013. A iniciativa é coordenada pelo Ministério da Justiça, que desenvolve ações integradas voltadas para a prevenção e cuidados com os dependentes químicos. O programa está sendo desenvolvido nos eixos Saúde, Assistência Social e Segurança. Na área de saúde, o projeto prevê a construção de duas unidades: um Centro de Atenção Psicossocial (Caps) AD 24 horas e uma Unidade de Acolhimento Adulto (UAA)

“Temos uma Guarda Municipal preparada, bem equipada e motivada para atuar. Este curso foi muito bem recebido pelos guardas e proporcionou conhecimentos que serão empregados no cotidiano, certamente trazendo bons resultados”, disse Nepomuceno, que agradeceu a Guarda Municipal de Itaquá, por ceder instrutores que ministraram a capacitação, e à Fatec de Mogi das Cruzes, onde aconteceram as aulas. 

0 comentários:

Postar um comentário