11 de fevereiro de 2014

Contraproposta salarial será apresentada na 2ª

Reunião será na tarde da próxima segunda-feira, na sede da Prefeitura de Mogi das Cruzes
A Prefeitura de Mogi das Cruzes apresentará uma contraproposta ao Sindicado dos Trabalhadores da Administração Pública de Mogi das Cruzes (Sintap) sobre o reajuste da categoria na próxima segunda-feira. Em sua segunda rodada de negociação, a entidade sindical acredita que será possível finalizar a campanha salarial, que visa ao aumento de até 15%, mais acréscimo de 3,89% com base em índice inflacionário, para os quatro níveis, além das clausulas sociais. 
Com dissídio em março, a entidade sindical discutiu ontem as questões financeiras sobre a proposta já protocolada no Executivo em janeiro. A discussão começou na semana passada, quando foram debatidas as questões sociais e políticas, como as condições de trabalho, plano odontológico, liderança em cada prédio público, entre outras.

Para o tesoureiro da entidade, Benedito Francisco de Souza Filho, o Ferrugem, a expectativa é fechar as negociações após a contraproposta do Executivo. "Alguns pontos já foram acertados, mas o número que eles querem negociar não foi aceito", afirmou, porém, preferiu não adiantar o porcentual proposto. Segundo ele, a negociação deste ano está mais humanizada e o que já foi acordado já foi registrado em ata.

O aumento proposto foi dividido em quatro categorias. Para quem ganha até R$ 3 mil, terá aumento de 15%, mais o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), em 3,89%. Já para quem recebe até R$ 4,5 mil, o reajuste chegou a 12%, mais o índice. E, para quem ganha até R$ 6 mil, está prevista reposição de 10%, além do índice. Por último, o patamar acima desta última categoria terá direito a 5% mais o IPCA.

"Negociamos ainda o Vale-Refeição (VR) para toda a categoria em R$ 350 e cesta básica, que passará de R$ 73 para R$ 250". Hoje, somente alguns funcionários têm direito ao VR. Além dos valores financeiros, a entidade fez várias solicitações, como ter um representante sindical na comissão julgadora disciplinar, mais abertura para a panfletagem dentro das unidades públicas e outras.

"Não queremos ser marginalizados", reivindicou. A expectativa é de que a campanha seja finalizada na próxima segunda-feira, com a contraproposta apresentada. A reunião está marcada para as 14 horas, na Prefeitura, e, se as partes chegarem a um consenso, a assembleia com os trabalhadores poderá ser agendada para o dia seguinte para abrir para aprovação. Em nota, a Prefeitura confirmou as negociações que beneficiarão cerca de 5,3 mil servidores, incluindo o Serviço Municipal de Águas e Esgotos (Semae). 

Fonte:Mogi News

0 comentários:

Postar um comentário