19 de outubro de 2013

Moradores de rua ocupam Praça

Morador de rua ameaça a reportagem quando flagrado ao lado de outros do grupo, na Praça Oswaldo Cruz, no Centro / Foto: Edson Martins


Depois de ter usado o coreto do Largo Bom Jesus como casa, quebrando, inclusive, um dos tijolos do local para servir de apoio a uma churrasqueira improvisada; de ter tomado a fachada do INSS de Mogi e de se abrigar na Praça do Shangai, ameaçando os pedestres que passavam pelo local e, por fim, de dormir debaixo do toldo do Supermercado Maktub, no Mogilar, um grupo grande de moradores de rua e usuário de drogas migrou, dessa vez, para a Praça Oswaldo Cruz, na área central. Comerciantes que atuam no local já falam em prejuízo nas vendas por causa disso.
Aproximadamente 30 homens e mulheres em situação de rua, há duas semanas, residem no espaço público e levaram, para lá, roupas e demais pertences pessoais. O fato é que, de acordo com artesãos, policiais e os próprios mogianos que frequentam a praça, o grupo é formado por pessoas violentas que fazem constantes ameaças a quem não as dá dinheiro.
Ontem (18), a reportagem de O Diário esteve na Oswaldo Cruz e constatou a presença dos mendigos e dependentes químicos, visivelmente alterados, com suas malas e cobertores jogados nos canteiros, pendurados em árvores e até dispostos no piso, ao lado de garrafas de bebidas, urina e até fezes. assim que viram repórter e fotógrafo, três deles fizeram ameaças à Imprensa caso “as fotos deles fossem publicadas”.
Fonte:O Diário

0 comentários:

Postar um comentário