27 de agosto de 2013

Finalizando o assunto abaixo-assinado

Apenas hoje, tivemos o conhecimento do teor do abaixo-assinado, idealizado pela GM Rosimeire Morais, pois não queriam que nós da AGCMMC, tomasse conhecimento do que estava escrito no mesmo.
Reconhecemos a legitimidade de qualquer um, fazer um abaixo-assinado, reivindicando qualquer coisa, mas tentar pegar carona numa situação, desqualificando e desmerecendo a AGCMMC é, no mínimo, uma falta de bom senso, para não dizer outra coisa.

Este é o teor do abaixo-assinado.

“Temos visto e acompanhado, a participação da Associação dos Guardas Civis Municipais de Mogi das Cruzes – AGCMMC em diversas reuniões para tratar de assuntos que dizem respeito ao presente e futuro da Guarda municipal de Mogi das Cruzes, e diante do exposto, os guardas Municipais abaixo-assinados vêm respeitosamente à presença da V. Ex. ª, solicitar, para que, quando houver reuniões para serem discutidos assuntos que envolva esta corporação e onde a AGCMMC se fará presente, representantes dos Guardas Municipais não associados possam integrar este grupo, tendo em vista que todos os assuntos dos quais tem sido levados a V. Ex.ª, ou até mesmo tratados, não tem sido repassados aos demais Guardas, sendo somente do conhecimento dos associados, os quais não chegam a 50% (cinquenta por cento) do numero do efetivo atual, ou seja, os assuntos de interesses comum da Guarda “de nosso interesse” têm sido tratados e repassados a uma Associação menos da metade da Guarda Municipal, e é esta maioria que solicita uma maior participação nas tomadas de decisões, para que assim seja feita de modo imparcial, visando o interesse coletivo, ou ao menos da maioria, pois uma Associação que não representa a metade de uma instituição, não pode falar e responder por ela.”

1º) Pelo que sabemos, a idealizadora do abaixo-assinado é a GM Rosimeire Moraes, que não procurou a AGCMMC e ainda tentou esconder de nós o abaixo assinado, deveria começar a lutar pelo  interesse de todos, mobilizando o maior número de pessoas possível, pois seriam duas frentes, lutando por melhorias para a Guarda Municipal, como ela disse, não representamos a maioria, então a associação e os representados por ela, teria muito mais condições de conseguir benefícios.
2º) Quando o texto diz que sonegamos informações, “não tem sido repassados aos demais Guardas, sendo somente do conhecimento dos associados”, considero isso uma acusação de que estamos fazendo algo ilícito, que não possa ser revelado, pois tudo foi passado através do BLOG da AGCMMC (www.gcmmogi.com), do informativo (Sangue Azul), no Facebook (www.facebook.com.br/AGCMMC) e a todos os GM’s que nos procuraram, independente de serem filiados ou não.

3º) Mais uma acusação séria, “maior participação nas tomadas de decisões, para que assim seja feita de modo imparcial”, a GM Moraes está acusando o Prefeito de estar agindo de modo parcial, pondo em dúvida, o caráter de todos os que participaram de alguma reunião, se ela sabe de alguma coisa pode fazer uma denuncia formal no Ministério Publico.

4º) Quando ela diz, “uma Associação que não representa a metade de uma instituição, não pode falar e responder por ela.” Nunca em nenhuma ocasião a AGCMMC falou em nome da Guarda Municipal, dai surge a duvida, por que desmerecer a AGCMMC? Será que a GM Moraes, realmente está interessada em defender o interesse coletivo ou teve os seus atingidos pela a Associação?

Conclusão
Vemos nesse abaixo-assinado, não uma atitude construtiva, mas uma tentativa de tumultuar um processo, por parte de pessoas que nunca deram a cara a tapa, nunca sofreram represálias, não têm um histórico de lutas em favor da corporação, mas apenas buscam visibilidade. Que encontre essa visibilidade, mas buscando seu próprio espaço, não pegando carona na AGCMMC.


0 comentários:

Postar um comentário