14 de setembro de 2012

Rede Nossa Mogi é lançada

Entidade é formado por representantes da sociedade civil e tem objetivo de ajudar a criar uma cidade sustentável



o objetivo de unir a sociedade em prol de uma cidade sustentável e fiscalizar o trabalho do Poder Público, foi lançado na tarde de ontem a Rede Nossa Mogi das Cruzes. Formada por representantes de diversas entidades, o grupo deu início as atividades ontem mesmo com a entrega do plano de metas e da carta de compromisso a cinco, dos seis candidatos a prefeito de Mogi das Cruzes.

Mário Berti (PCB), Marco Soares (PT), Fernando Muniz (PPS) e Jorge Paz (PSOL) compareceram ao lançamento realizado na sede mogiana da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Com discursos de apoio a iniciativa, eles assinaram os termos. 
Marco Bertaiolli (PSD) teve acesso ao documento no gabinete do prefeito e prometeu que irá analisá-lo e dará uma resposta até o final deste mês. De acordo com a assessoria, Bertaiolli não poderia assinar o plano de metas na tarde de ontem, uma vez que recebeu os representantes da Rede Nossa Mogi e a carta compromisso no exercício da função de prefeito e não como candidato a reeleição. A justificativa para a ausência do evento de lançamento da rede foi os compromissos de chefe do Executivo, por estar em horário de expediente.

Edgar Passos (PSTU) não apareceu, mas segundo integrantes da rede, ele recebeu o plano de metas. Passos também poderá assinar em outra data.

A carta compromisso estabelece que o candidato que assumir o mandato apresente um diagnóstico da situação atual do município o qual contenha, no mínimo, os indicadores básicos da plataforma do Programa Cidades Sustentáveis e que sirva de referência para um plano de metas, contemplando os 12 eixos da plataforma, para os quatro anos de gestão. Entre as áreas que precisarão ser abordas estão meio-ambiente, segurança e cidadania. O diagnóstico e o plano de metas precisarão ser apresentados em até 90 dias após a posse. 

Oded Grajew
O lançamento contou com a presença do coordenador-geral da Rede Nossa São Paulo, Oded Grajew, movimento que deu origem a Rede Nossa Mogi, agora uma ramificação do grupo que busca implantar ações para uma cidade sustentável, existente em 50 cidades. "Nosso objetivo é alcançar a democracia participativa, não basta dar uma carta branca pra quem for o eleito. É preciso cobrar e fiscalizar", disse. "A rede acompanha as políticas públicas. É muito importante a população conhecer como está indo a educação, a saúde, a mobilidade, a educação, onde está sendo locado o orçamento público, enfim, ela acompanha do ponto de vista técnico e de dados e informações a gestão pública. A informação sempre é muito importante, mas não somente olhando os próprios indicadores, mas comparando com outras cidades. Também será possível acompanhar o progresso por meio da evolução dos indicadores", afirmou Grajew, um dos fundadores do Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social. A população poderá acompanhar os indicadores por meio de um site.

O coordenador da Rede Nossa Mogi, o professor e historiador Mário Sergio de Moraes, contou que o site deverá estar em atividade no começo do próximo ano. "Algumas pessoas irão passar por treinamentos de como funciona o software usado em rede", explicou.

Fonte: Moginews

0 comentários:

Postar um comentário