7 de setembro de 2012

Botyra novamente em evidência



Presença da PM no Botyra: segurança para a população

O secretário municipal de Segurança, Eli Nepomuceno, prometeu reforçar a vigilância no Parque Botyra Camorim Gatti, no Centro Cívico. Segundo ele, ainda nesta semana, os guardas municipais deverão intensificar as rondas no interior e imediações do espaço, a fim de identificar a presença de traficantes ou usuários de drogas. A medida, que conta com apoio da Polícia Militar, segundo Nepomuceno, acontece após uma série de reclamações de falta de segurança no local, entre as quais do vereador Mauro Araújo (PMDB).
"O tráfico de drogas e o consumo de entorpecentes são ocorrências que têm preocupado muito a administração municipal. Existem alguns registros de flagrantes da câmera de monitoramento do parque e, frequentemente, temos trabalhado para reduzir esses índices e temos conseguido até prender alguns meliantes e apreender menores infratores. Há trabalhos que a guarda, em conjunto com a Polícia Militar, realizou no passado. Provavelmente teremos de fazer novamente", comentou Nepomuceno.
O secretário de Segurança de Mogi conta que, em 2011, foram registradas 17 ocorrências no parque Botyra, das quais 13 estavam relacionadas com entorpecentes, duas com ato de vandalismo (pichação) e duas por desacato. Nesse período, segundo Nepomuceno, 10 pessoas foram presas por tráfico e outros 16 menores acabaram apreendidos pela mesma denúncia.

Neste ano, segundo levantamento, foram registradas sete ocorrências, dentre as quais seis estavam relacionadas ao tráfico de drogas. Nesse período, oito pessoas foram presas e outros seis menores apreendidos.
O Mogi News esteve no local nas tardes de quinta e sexta-feira. Na quinta-feira, constatou a presença de dois grupos de jovens em atitudes "suspeitas". Um dos grupos, com cerca de seis jovens entre 14 e 16 anos, estava na entrada do parque fumando um narguile; o outro, da mesma idade aparentemente estava reunido e quando notou a presença da equipe, "brincou" com alguns equipamentos de ginástica e minutos depois saiu do parque. Jéssica Patrícia Carvalho, de 22 anos, moradora da Vila Moraes, estava assustada com a atitude dos dois grupos e temia pela segurança dos dois filhos - de quatro e dois anos. "É a segunda vez que venho aqui e sempre tem grupos de jovens fumando narguile. Sei que não é proibido, mas na presença das crianças é no mínimo estranho", disse.
O autônomo Isaque Alves Gonçalves, de 45, também estava preocupado com a segurança dos dois garotos vizinhos dele (16 e 14 anos) que o acompanhavam. "É uma má influência desses garotos aos demais que frequentam. Não concordo com isso e acho que deveria ser proibido o uso de narguile ou qualquer tipo de droga, inclusive cigarro, nos parques", disse ele, que reside na Vila Oliveira.

De acordo com Nepomuceno, o uso de narguile não é proibido nos parques municipais ou qualquer outra área pública. "É como um cigarro e, por isso, desde que o produto utilizado para fumo do narguile não seja ilícito, não há o que a guarda possa fazer", justificou.
Ontem, durante a tarde, a equipe do Mogi News flagrou viaturas e guardas percorrendo o parque.
Fonte:Moginews
 

São 11 horas, o sol brilha forte e garotos com idades a partir de 13 anos chegam ao Parque Botyra Camorim Gatti, no Centro Cívico, com mochilas. Alguns estão trajados com uniformes escolares, outros apenas com bolsas e cadernos embaixo dos braços.
Eles sentam debaixo das árvores do parque e tranquilamente abrem seus papelotes. Ali mesmo, enrolam os cigarros de maconha.
Todo o procedimento é assistido pela equipe de reportagem de O Diário, mas os adolescentes parecem nem se importar. A qualquer hora do dia, quem passa pelo espaço, que deveria servir de referência para lazer e esporte na Cidade, pode conferir cenas como estas.
Mais adiante, casais se escondem atrás das árvores. Relatos de um vendedor de sorvete, que não quis se identificar com medo de represálias, relevam que constantemente são flagradas cenas de sexo entre os adolescentes em pleno espaço público. “Eles não se intimidam, fazem qualquer coisa a qualquer hora do dia. Imagine você trazendo seus filhos pequenos no parque e ter que assistir a tudo isso!”, lamenta.

Fonte: O Diário de Mogi

Um comentário:

  1. Desabafo VI

    Prognóstico para o futuro - E vem aí o mais novo BOTYRA: o novo espaço de lazer para os "TUS" (traficantes, usuários e sinpatizantes)atrás do Ginásio Municipal!!!
    Pelo menos vai ser dividido um pouco do problema... ou talvez não... talvez dobre.
    O importante é fazer como a ADM municipal: fingir que estamos no país das maravilhas, que tudo funciona e que tudo é lindo. Só me pergunto até quando?

    "ACORDA ALICE!!! VOCÊ NÃO ESTÁ NO PAÍS DAS MARAVILHAS!!!"

    ResponderExcluir