26 de junho de 2014

Homicídios aumentam em Mogi



O número de homicídios dolosos em Mogi, nos primeiros cinco meses desse ano, aumentou 181,8% em comparação com o mesmo período de 2013, passando de 11 para 31 casos. Só no mês passado, foram cinco ocorrências do tipo, contra uma em maio do ano anterior. Os dados foram divulgados, ontem, pela Secretaria da Segurança Pública do Estado de São Paulo. Os homicídios culposos e as tentativas de homicídios também tiveram grande crescimento, segundo os boletins registrados nas delegacias da Cidade, 100% e 40% maiores, respectivamente.
Por outro lado, as ocorrências de tráfico de entorpecentes que, de acordo com a própria Polícia, apontam a atuação dos policiais em flagrar tal situação e não a quantidade desses crimes, caíram consideravelmente: 60,5% a menos de janeiro a maio de 2014 do que no mesmo período de 2013, despencando de 195 ocorrências para 77.
O destaque das estatísticas divulgadas pelo Estado, em Mogi, fica para os crimes de estupro que tiveram queda de 58,1% de janeiro a maio, passando de 55 em 2013 para 23 nesse ano. Também diminuíram os furtos em geral. No ano passado, nos primeiros cinco meses, somavam 1.793 registros. Em 2014, no mesmo período, passaram para 1.664, ou seja, 7,9 pontos percentuais a menos.
A maior alta nas estatísticas se deu no crime de lesão corporal culposa, que passou de 18 para 69 casos nesses cinco meses, um acréscimo de 283,3%. Cresceram, ainda, as modalidades criminais de roubos em geral (+34,6%), roubos de veículos (+62,1%), roubos de carga (+62,5%) e furtos de veículos (+46,6%).

0 comentários:

Postar um comentário