21 de dezembro de 2012

Oito vereadores se reúnem para defender novas políticas na Câmara


Entre as mudanças propostas, estão sessões noturnas, transmissão ao vivo e tribuna livre para a população

Oito vereadores assinaram na manhã de ontem uma Carta Aberta a População, comprometendo-se a defender cinco quesitos de conduta e mudanças no Regimento Interno da Câmara de Mogi a partir de 2013. Caio Cunha (PV), Carlos Lucareski (PPS), Clodoaldo de Moraes (PT), Iduígues Martins (PT), Jean Lopes (PC do B), Marcos Furlan (PV), Karina Pirillo (PC do B) e pastor Roberto Valença (PRB) assinaram o termo que defende a realização de sessões noturnas, além da transmissão ao vivo pela TV ou Internet, tribuna livre popular e a ampliação no número de audiências públicas. As propostas devem ser apresentadas aos candidatos à presidência da Casa e o grupo prometeu apoio ao candidato que acatar os pedidos.

"A ideia é aproximar a Câmara do povo, porque fomos cobrados disso pelos eleitores em época de campanha. Queremos uma Câmara mais participativa, mais ativa e, acima de tudo, transparente", disse Clodoaldo. O vereador ressaltou que a abertura de um tempo para a população falar na tribuna é essencial para aumentar esta participação. "Na última sessão em que se votou o orçamento, havia um grupo de servidores que queria apresentar propostas, mas não puderam nem se manifestar porque o regimento interno da Câmara não permite".

O vereador Marcos Furlan defendeu que, apesar da formação do grupo dar força aos vereadores novatos, não há oposição. "Este não é um bloco de oposição, é um bloco de afinidade. Achamos importante votar em blocos que pensem da mesma forma, ou que, pelo menos, cheguem a um consenso", defendeu.

Além destes quesitos, os vereadores devem propor outras mudanças para a próxima legislatura, como a criação da Comissão Permanente de Telecomunicações, por exemplo. "Há trabalhos feitos em comissões especiais que terminam em três meses, mas são assuntos que merecem ser acompanhados. Por isso, aproveitaremos um número maior de vereadores para propor novas comissões", disse Jean.

As propostas devem ser apresentadas aos candidatos à presidência da Câmara. Mauro Araújo (PMDB) e Rubens Benedito Fernandes (PR), o Bibo, deverão ganhar a companhia de mais um nome na disputa pela presidência da Câmara Municipal. A chamada terceira via poderá ser alguém indicado pelo PSD. Os nomes mais prováveis são Antonio Lino e Juliano Abe.
Fonte:Moginews

0 comentários:

Postar um comentário