17 de julho de 2012

Gás de pimenta e coletes para a guarda local

A Prefeitura de Mogi deverá adquirir, ainda neste semestre, novos equipamentos de segurança para a Guarda Municipal. A estimativa, segundo o secretário municipal de Segurança, Eli Nepomuceno, é de que sejam investidos até R$ 78.470 na aquisição de coletes à prova de bala, além de kits de gás de pimenta. Este último é a grande novidade para auxiliar no serviço de patrulhamento e auxílio nas ações da Prefeitura, em que podem ocorrer conflitos, como remoção de famílias de áreas de risco, eventos culturais e esportivos, dentre outros, uma vez que o efetivo não conduz arma de fogo (revólver) e utiliza tonfa (uma espécie de cassetete) e algemas. "Seremos a primeira cidade da região a contar com esse dispositivo", reforça Nepomuceno.
Ele prevê um prazo de até quatro meses para o uso do equipamento pela guarda mogiana, uma vez que o processo licitatório deve ser aberto neste mês e, ainda, há necessidade de outro prazo para treinamento dos guardas civis. Ao todo, segundo o secretário, devem ser adquiridos 274 kits de gás pimenta, dos quais 186 serão distribuídos a todo o efetivo de guardas municipais. "Os 88 equipamentos restantes é para reserva, já que se trata de um equipamento raro e de pouca durabilidade", explica. Os gastos com os kits estão orçados em R$ 42.470, ou seja, R$ 155 por kit.
Os coletes à prova de bala serão adquiridos para metade do efetivo devido à validade do equipamento. Serão 90 coletes. O valor final não foi divulgado, mas foram reservados R$ 36 mil para a compra.
Fonte: Moginews

Um comentário: